Ritos Despertar com Monja Coen

Data

06/04/2019

Local

Teatro Michelangelo - Rua Engenheiro Udo Deeke, 531 - Salto Norte

Horário

15h30

Ingresso

Ver site Blueticket.

Ritos Despertar com Monja Coen em Blumenau/SC
Para cada rito, um ritual

O evento Ritos Despertar foi materializado para acender e manter viva a chama da espiritualidade que existe dentro de nós.

Nos convida a elevar a energia através de rituais de empoderamento que curam em prol da evolução. Despertar é uma escolha consciente.

Na palestra “O Sofrimento é Opcional” Monja Coen lança o livro que também é tema de sua palestra “O sofrimento é opcional - Como o zen budismo pode ajudar a lidar com a depressão.” Além de detalhar como o budismo enxerga a depressão, o livro revela também como a líder espiritual conseguiu superar a doença e uma tentativa de suicídio. Os princípios do budismo podem ajudar a prevenir ou mesmo vencer a depressão, doença que atinge 320 milhões de pessoas no mundo? A Monja Coen acredita que sim. Nos cinco capítulos, Monja Coen escreve sobre Buda e a depressão, sobre “as quatro nobre verdades”, sobre como superar a depressão e sorrir para a vida, sobre os oito aprendizados de uma grande pessoa e dá sugestões “Zen para viver bem”. “Quando me pediram para escrever este livro, pensei que fosse uma tarefa fácil. Entretanto, pouco conhecia sobre a depressão e tive de me debruçar sobre livros e conhecidos para clarificar o assunto e escrever algo que pudesse ajudar todas as pessoas que procuram um caminho de libertação. Senti-me deprimida durante o processo. Seja qual for o seu caso – e o meu –, espero que as reflexões e os ensinamentos de Buda possam ajudar a superar amarras e libertar todos os seres”, diz.

Em março, a OMS (Organização Mundial de Saúde), no dia 7, Dia Mundial da Saúde, lançou a campanha "Vamos Conversar", inteiramente dedicada a conscientização sobre o estigma que ronda os pacientes com depressão. De acordo com a organização, atualmente mais de 320 milhões de pessoas sofrem da doença, que até 2020 será a enfermidade mais incapacitante do mundo. No Brasil, 5,8% da população sofre com esse problema, que afeta 11,5 milhões de pessoas. Segundo a OMS, o Brasil é o país, com maior prevalência de depressão da América Latina e o segundo com maior prevalência nas Américas, ficando somente atrás dos EUA, que tem 5,9% de depressivos.