Músico alemão apresenta relatório sobre bandas de Blumenau e região

12/04/2016

“Volto para a Alemanha extremamente satisfeito com a oportunidade”. Foram com essas palavras que o músico alemão Georg Rainer Mirwald resumiu sua passagem por Blumenau. Durante um mês, o maestro participou de um intercâmbio entre os países, viabilizado pelo Parque Vila Germânica e pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha Santa Catarina, por meio do Senior Experten Service (SES), um programa que visa promover o intercâmbio de especialistas alemães aposentados. Mirwald visitou dez bandas e participou de seis workshops, onde oportunizou a troca de experiências com músicos daqui.

Antes de deixar o Brasil, Mirwald apresentou um relatório ao Parque Vila Germânica e à Câmara Brasil-Alemanha Santa Catarina. No documento, o músico relatou todas as suas impressões e expressou sua gratidão aos responsáveis por sua vinda. “Foi uma honra poder transmitir um pouco do que aprendi na Alemanha aos músicos brasileiros”, disse Mirwald.

No relatório, Mirwald elogiou as bandas da região. Disse que todas fortalecem e mantém viva a tradição alemã da cidade, mas que há diferenças técnicas que podem ser aperfeiçoadas. Por isso, o músico se comprometeu a enviar partituras e textos alemães para os conjuntos, visando oferecer mais qualidade sonora. Para os organizadores, a iniciativa foi um sucesso e ambas as partes já pensam em ampliar a parceria.

“Estamos finalizando esta primeira etapa e pretendemos continuar a expandir esse projeto para que outros especialistas alemães venham para a região e contribuam com seus conhecimentos”, destaca o gerente regional da Câmara Brasil-Alemanha Santa Catarina, Wagner Chugaste Júnior. “Estamos trabalhando para continuar com esse processo e proporcionar mais intercâmbios aos profissionais de diversas áreas”, concorda o presidente do Parque Vila Germânica, Ricardo Stodieck.

O intercâmbio
A vinda do músico foi viabilizada pelo SES. Trata-se de um programa de consultoria voluntária que possui mais de 11 mil currículos de especialistas alemães em seu banco de dados. Até hoje, nestes 33 anos, mais de 38 mil intercâmbios já foram realizados pelo mundo. No Brasil, foram, aproximadamente, 300 missões até aqui, gerando benefícios à indústria, comércio, prestação de serviços, entre outras áreas.

Assessor de Comunicação: Felipe Rodrigues